Makemake
ATIVIDADES PEDAGÓGICAS ATIVIDADES PEDAGÓGICAS EXPLORANDO O SISTEMA  SOLAR EXPLORANDO O SISTEMA  SOLAR ATIVIDADES PEDAGÓGICAS EXPLORANDO O SISTEMA  SOLAR
Gravura rupestre do deus Make-make na Ilha da Páscoa. Crédito: Wikipedia
INFANTIL INFANTIL AVANÇADO BÁSICO BÁSICO ATIVIDADES PEDAGÓGICAS EXPLORANDO O SISTEMA  SOLAR ATIVIDADES PEDAGÓGICAS EXPLORANDO O SISTEMA  SOLAR EXPLORANDO O SISTEMA  SOLAR EXPLORANDO O SISTEMA  SOLAR ATIVIDADES PEDAGÓGICAS EXPLORANDO O SISTEMA  SOLAR
Todas as imagens utilizadas neste site pertencem a terceiros, que gentilmente permitiram sua utilização, assim sendo não podemos autorizar a utilização das imagens deste site. © CIÊNCIA-CULTURA.COM - Responsável - Ricardo Pante
Explorando o sistema solar ……
Sol
Saturno
Lua
Crédito: ESO/L. Calçada/Nick Risinger (skysurvey.org) Esta concepção artística mostra a superfície do distante planeta anão Makemake. Makemake foi observada pela primeira vez em março de 2005 pelos astronomos ME Brown, CA Trujillo, e DL Rabinowitz no Observatório Palomar.  Foi reconhecido oficialmente como um planeta anão pela União Astronômica Internacional em 2008. O nome Makemake, o criador da humanidade e deus da fertilidade na mitologia Rapa Nui, um povo nativo da Ilha de Páscoa, cerca de 3.600 km da costa do Chile. Junto com outros planetas anões Plutão e Haumea, Makemake está localizado no Cinturão de Kuiper, uma região além da órbita de Netuno.  Os astrônomos acreditam que ele é ligeiramente menor do que Plutão e leva 310 anos terrestres para realizar um movimento de translação, ou seja, fazer uma órbita completa ao redor do Sol. Foram encontrados sinais de nitrogênio, etano e metano congelado na superfície de Makemake. Os cientistas acreditam que o metano pode realmente estar presente em pelotas grandes com aproximadamente um centímetro de diâmetro. Encontraram também, evidências de tolina, uma molécula formada pela ação de radiação ultravioleta solar em compostos orgânicos simples como metano e etano.  Tolinas têm cor vermelha ou marrom e não são achadas naturalmente na Terra atual, mas são abundantes em corpos gelados no Sistema Solar externo. Acredita-se também que elas são um dos precursores químicos da vida na Terra. A cor avermelhada do planeta anão Makemake deve ser causada pela presença da tolina. Makemake ocupa um lugar importante no sistema solar porque é - junto com Eris - um dos objetos cuja descoberta levou a União Astronômica Internacional a reconsiderar a definição de um planeta e criar o grupo de planetas anões.  NASA O que sabemos sobre Makemake ? Créditos: NASA, ESA, e A. Parker (Southwest Research Institute) Makemake MK 2 A lua de Makemake. Astrônomos usando o telescópio espacial Hubble descobriram uma lua que orbita o planeta anão Makemake, o terceiro maior objeto conhecido além da órbita de Netuno, cerca de dois terços do tamanho de Plutão. Outras observações desta lua permitiu que astrônomos calculassem a massa de Makemake, que lhes dará uma idéia melhor de sua densidade e, portanto, a sua composição e massa.  O Telescópio Espacial Hubble tem sido fundamental para estudar nosso sistema solar exterior, observando os extremos do nosso sistema solar, em 26 de Abril de 2016, astrônomos verificaram nas fotos tiradas em abril 2015 a presença de uma pequena lua que orbita Makemake, o segundo planeta anão mais brilhante depois de Plutão no Cinturão de Kuiper.   Esta imagem do telescópio espacial Hubble revela a primeira lua descoberta ao redor do planeta anão Makemake. A pequena lua, localizado logo acima de  Makemake nesta imagem, é pouco visível, porque o brilho do planeta anão é mais intenso que o da lua. A lua, recebeu o nome provisório de MK 2. A imagem acima a esquerda, é uma representação artística do planeta anão Makemake e sua recém descoberta lua, provisoriamente designada por S / 2015 (136472) 1 e apelidado MK 2. Ela foi vista há uma distância aproximada de 21 000 km do planeta anão, e seu diâmetro foi estimado em 160 km, Makemake possui um diâmetro de 1400 km.